ESPAÑOL ENGLISH Facebook Twitter CLACSO TV en Youtube
Inicio  
                   
 
Presentación   Seminarios Intensivos
de Verano
  Seminarios virtuales   Diplomas Superiores   Programas de posgrados   Escuela Latinoamericana de Políticas Públicas   Publicaciones
  Español | Português
    ESPECIALIZAÇÃO E CURSO DE ESTUDOS AVANÇADOS
    POLÍTICAS PÚBLICAS PARA A PROMOÇÃO DA IGUALDADE NA AMÉRICA LATINA
   
  Modalidade: virtual
 
    OBJETIVOS
   
A Especialização e o Curso de Estudos Avançados têm como objetivo fornecer ferramentas de análise, pesquisa e intervenção institucional em diversos campos das políticas públicas, contribuindo para a promoção de estratégias de inclusão, para a afirmação dos direitos humanos e para o fortalecimento da cidadania. Abordará os desafios da atual conjuntura política para a promoção da igualdade e da justiça social na América Latina a partir do campo de análise das políticas sociais, econômicas, educativas e culturais. Tratará das complexidades dos processos de produção das desigualdades propondo abordagens baseadas nas perspectivas de gênero, discriminação racial, violência e segurança cidadã, processos de integração regional, situação da infância e da juventude, e também da justiça e da promoção da ética pública.
     
    PÚBLICO
   
A Especialização e o Curso de Estudos Avançados estão destinados a estudantes universitários e de pós- graduação; docentes de todos os níveis; ativistas e militantes de organizações sindicais, movimentos sociais e partidos políticos; funcionários públicos; profissionais de imprensa; membros e gestores de Organizações Não Governamentais e professionais interessados em temáticas sociais.
     
 
    EQUIPE DOCENTE
     
   
José Mujica (Ex-presidente do Uruguai) - Aula inaugural
   
Alba Carosio (Universidad Central de Venezuela)
Alessandro Silva (Universidade de São Paulo, Brasil)
Angel Fisflisch (FLACSO, Chile)
Boaventura de Sousa Santos (Universidade de Coimbra, Portugal)
Bernardo Kliksberg (Universidad Metropolitana para la Educación y del Trabajo, Argentina)
Carlos Figari (Universidade de Montreal, Canadá)
Cesar Barreira (Universidade Federal do Ceará, Brasil)
Daniel Filmus (Ex-Ministro de Educação, Argentina)
Dora Barrancos (Universidad de Buenos Aires, Argentina)
Eugenio Raúl Zaffaroni (Juiz da Corte Interamericana de Direitos Humanos, Argentina)
Frei David (EDUCAFRO, Brasil)
Gerardo Caetano (Universidad de la República, Uruguai)
Gerardo Noto (PNUD, Panamá)
Iban Díaz Parra (Universidad Nacional Autónoma de México, México)
Isabel Piper (Universidad de Chile)
José Vicente Tavares (Universidade Federal do Rio Grande do Sul)
Julio Jacobo Waiselfisz (FLACSO, Brasil)
Karina Batthyany (Universidad de la República, Uruguai)
Laura Tavares (Universidade Federal do Rio de Janeiro / FLACSO, Brasil)
Leticia Salomón (Universidad Nacional Autónoma de Honduras)
 
María Isabel Domínguez (CIPS, Cuba)
Maribel Aponte (Universidad de Puerto Rico)
Marta Novick (Universidad Metropolitana para la Educación y el Trabajo, Argentina)
Martín Abeles (CEPAL, Argentina)
Mary Castro (FLACSO, Brasil)
Miriam Abramovay (FLACSO, Brasil)
Nicolás Trotta (Universidad Metropolitana para la Educación y el Trabajo, Argentina)
Nilcéa Freire (Ex-Ministra de Políticas para as Mulheres, Brasil)
Pablo Gentili (CLACSO, Argentina)
Paulo Speller (Secretário Geral da Organização dos Estados Ibero-americanos, Brasil)
Paulo Vanucchi (Membro da Comissão Interamericana de Direitos Humanos da OEA, Brasil)
Roberto Rodríguez Meléndez(Universidad Centroamericana José Simeón Cañas, El Salvador)
Samuel Pinheiro Guimarães (Embaixador, Brasil)
Sara Victoria Alvarado (Universidad de Manizales - CINDE, Colombia)
Theotônio dos Santos (Universidade Estadual do Rio de Janeiro, Brasil)
Valeria Llobet (UNSAM, Argentina)
Víctor Santa María (UMET, Argentina)
     
    ESTRUTURA DO CURSO
     
   

A Especialização e o Curso de Estudos Avançados Superior terão duração anual e terá início em maio de 2016.

Para obter o título de Curso de Estudos Avançados é necessário cursar duas disciplinas obrigatórias e uma disciplina optativa, dentro da oferta curricular do Curso dada no Espaço de Formação Virtual de CLACSO, além da entrega de um trabalho final.

Para obter o título no Curso de Especialização é necessário cursar duas disciplinas obrigatórias e duas disciplinas optativas, dentro da oferta curricular dado no Espaço de Formação Virtual do CLACSO, além da realização de uma oficina de metodologia e da entrega de um trabalho monográfico final.

Todos os alunos contarão com o apoio de tutores acadêmicos que os acompanharão durante o curso e orientarão os trabalhos finais.

     
    OFERTA CURRICULAR
     
   

As disciplinas serão oferecidas em espanhol e em português. A bibliografia também poderá ser oferecida nas duas línguas oficiais do curso. As intervenções dos/as alunos/as nos fóruns de debate também poderão ser nos dois idiomas. O trabalho monográfico final (para os alunos da Especialização) poderá ser em espanhol ou em português.

    Clique sobre os cursos virtuais obrigatórios ou optativos para mais informação
    CLACSO

   
América Latina: cidadania, direitos e igualdade
  Equipe docente:
  Aula Inaugural José Mujica (Ex-presidente de Uruguai)
  Alba Carosio (Universidad Central de Venezuela), Angel Fisflisch (FLACSO, Chile), Bernardo Kliksberg (UMET, Argentina), Boaventura De Sousa Santos (Universidad de Coimbra, Portugal), Daniel Filmus (UMET / Ex-Ministro de Educação, Argentina), Dora Barrancos (Universidad de Buenos Aires, Argentina), Eugenio Raúl Zaffaroni (Juiz da Corte Interamericana de Direitos Humanos, Argentina), Frei David (EDUCAFRO, Brasil), Gerardo Caetano (Universidad de la República, Uruguai), Gerardo Noto (PNUD, Panamá), Isabel Piper (Universidad de Chile), Karina Batthyany (Universidad de la República, Uruguai), Leticia Salomón (Universidad Nacional Autónoma de Honduras), Maribel Aponte (Universidad de Puerto Rico), Marta Novick (UMET, Argentina), Nicolás Trotta (UMET, Argentina), Nilcéa Freire (Ex-Ministra de Políticas para as Mulheres, Brasil), Pablo Gentili (CLACSO, Argentina), Paulo Speller (Secretário Geral da Organização dos Estados Ibero-americanos, Brasil), Paulo Vanucchi (Membro da Comissão Interamericana de Direitos Humanos da OEA, Brasil), Samuel Pinheiro Guimarães (Embaixador, Brasil), Sara Victoria Alvarado (Universidad de Manizales - CINDE, Colombia), Theotônio dos Santos (Universidade Estadual do Rio de Janeiro, Brasil), Víctor Santa María (UMET, Argentina).

Coordenação geral: Pablo Gentili (CLACSO, Argentina) y Nicolás Trotta (UMET, Argentina)
Coordenação acadêmica: Florencia Stubrin (FLACSO, Brasil) y Nicolás Arata (CLACSO, Argentina)
  [+] Mais informação
   
A Política Social Universal na superação da desigualdade
  Docente: Laura Tavares Soares (Universidade Federal do Rio de Janeiro / FLACSO, Brasil)
  As Políticas Sociais Universais não tiveram destaque amplo durante o período neoliberal na América Latina. Não foram também uma prioridade para os governos progressistas e populares pós-neoliberais em temos de discurso nem de programas sociais implementados. Evidentemente é preciso respeitar as diferenças dos distintos processos histórico-estruturais em cada um dos países, tanto no que diz respeita as consequências do ajuste neoliberal quanto em relação a existência prévia de estruturas e políticas estatais universais. Foram muitas as razões. Uma delas, a que mais se destaca, é a urgência em superar situações extremas de pobreza. Situação que levou a maioria dos países a adotar programas de transferências monetárias condicionados – baseadas na definição de linhas de pobreza (algumas, inclusive, com cobertura expressiva, como no Brasil, onde a miséria era massiva). Contudo, o problema de como transformar as soluções de emergência em políticas estruturais continua sendo desafiador para pensar a área social. Nesse sentido, a disciplina busca discutir e demonstrar, com evidências, a superioridade das Políticas Universais na garantia de níveis de igualdade (tema também substituído pelo da pobreza) em nossos países, ainda marcados por situações de extrema desigualdade, não apenas em termos de renda, mas também de acesso à políticas, programas e serviços públicos universais e de qualidade. Por último, defendemos a tese de que as Políticas Universais podem, além de garantir direitos, respeitar as características essenciais das Políticas Públicas: garantia de acesso a todos/as sem discriminação; continuidade e integração do território; cobertura e impacto na população, entre outros. Vamos tratar da América Latina no seu conjunto e de seus países com suas respectivas especificidades.
   
Oficina de metodologia da pesquisa (para os alunos da Especialização)
  Docente: Carlos Figari (Universidade de Montreal, Canadá)
  A oficina de metodologia é um espaço de formação destinado a orientar a elaboração do trabalho monográfico final do curso de especialização. Acompanhará os/as alunos/as na elaboração do objeto de análise, sua tradução em um problema de estudo viável, a construção de um plano de trabalho, o desenvolvimento de tramas argumentativas e o estabelecimento de conclusões analíticas. Estas tarefas serão realizadas de forma individual e coletiva através do intercâmbio entre pares e com o professor a cargo da oficina seguindo a modalidade de um fórum de discussão.

   
Novas dimensões da desigualdade no urbanismo periférico
  Docente: Iban Díaz Parra (Universidad Nacional Autónoma de México, México)
  Durante a última década, os estudos sócio-espaciais ganharam força na América Latina, concentrando-se fundamentalmente em assuntos como os padrões da expansão periférica, a suburbanização, a aparição de assentamentos informais, a segregação, a desigualdade e o consumo coletivo, trazendo novas perspectivas interpretativas para a análise da chamada questão urbana. A disciplina pretende fazer uma revisão crítica destas teorias à luz dos processos e contextos das cidades latino-americanas. Introduzirá ferramentas teóricas para a compreensão da estrutura sócio-espacial da cidade, sua produção, reprodução e transformação. Nesse sentido, discutirá de forma crítica a articulação entre marcos teóricos estrangeiros e contribuições realizadas na América Latina. Será feita a exposição da evolução recente de casos concretos e serão analisados materiais diversos, como mapas temáticos e entrevistas em profundidade. Tudo isso com o objetivo de examinar os novos rumos da política urbana no quadro neoliberal e seu impacto sobre a desigualdade social.
   
Grupos vulneráveis e direitos humanos na América Latina
  Docente: Roberto Rodríguez Meléndez (Universidad Centroamericana José Simeón Cañas, El Salvador)
  Os direitos humanos vêm sido identificados na América Latina como um elemento principal e indispensável para o desenvolvimento da democracia, constituindo um dos âmbitos de maior desenvolvimento em matéria de proteção e de garantia, assim como de construção de políticas públicas. Entretanto, a marginalização, a pobreza extrema e a discriminação continuam sendo características inegáveis na maioria dos nossos países. O desenvolvimento e a evolução dos direitos humanos e das políticas públicas contempla, atualmente, a necessidade de reforçar os sistemas de garantia para determinados grupos ou coletivos que seguem padecendo da negação de seus direitos mais básicos. Esta disciplina trata de construir um espaço de diálogo participativo para analisar, a partir da identificação da negação dos direitos de determinados setores sociais, as contradições que persistem imutáveis ou ocultas na América Latina, onde o estabelecimento de garantias que assegurem aos cidadãos condições de vida digna segue sendo um desafio pendente.
   
Direitos humanos, violência e segurança cidadã
  Docente: Julio Jacobo Waiselfisz (FLACSO, Brasil) e investigadores del GT Seguridad Ciudadana en América Latina
  O curso virtual abordará a problemática da violência na América Latina a partir de suas diferentes formas de manifestação social, assim como os enfoques de intervenção nas áreas de segurança cidadã e direitos humanos.
   
Desigualdades e gerações na América Latina e no Caribe: perspectivas teóricas e experiências
  Cuerpo docente: María Isabel Domínguez (CIPS, Cuba), Valeria Llobet (UNSAM, Argentina).
  As desigualdades e seus impactos sobre a inclusão social têm expressões diferenciadas sobre as gerações, com graves consequências para crianças e jovens, nem sempre respondidas ou solucionadas pelas políticas públicas. Suas manifestações são múltiplas porque respondem a diferenças econômicas que se cruzam com questões de gênero, sexualidades, território, etnia, cultura, educação e migração, entre outras dimensões. Para dar conta dos processos de produção e de reprodução de desigualdades na condição infantil e juvenil, seu entrecruzamento com outras condições, bem como os espaços e as políticas que contribuem para reduzir ou reformar tais desigualdades, é necessário abordar a desigualdade inter e intra-geração, com uma perspectiva de interseccionalidade. A disciplina trata destas problemáticas a partir de diferentes dimensões, de uma diversidade de abordagens e de uma perspectiva de multi-atores/atrizes. Desta forma, procura conceituar os processos referenciando-se e analisando expressões em diferentes cenários nacionais e institucionais de socialização de crianças e de jovens, produzindo conhecimento que permita uma compreensão melhor dos fenômenos e contribua para a formulação de políticas públicas e estratégias de intervenção social.
   
Os movimentos sociais e as lutas por igualdade
  Docente: Alessandro Silva (Universidade de São Paulo, Brasil)
  O curso virtual abordará as teorias dos movimentos de luta pela igualdade na América Latina a partir de um enfoque interdisciplinar que combinará elementos provenientes da sociologia, ciência política, a psicologia política, a pedagogia e a filosofia. O estudo de diversas correntes interpretativas tais como a Escola de Chicago e o pensamento marxista, as teorias da mobilização de recursos e da mobilização de processos políticos, os paradigmas da identidade coletiva, as ideias de protesto social e consciência política, entre outras, permitirão explorar uma série de perspectivas que focam suas análises nas dimensões coletivas e no plano individual. Estes grandes marcos teóricos oferecem distintos modos de compreender a realidade e permitem diferentes articulações analíticas. Este caminho se realizará conjuntamente com a análise de alguns dos movimentos sociais e processos de organização coletiva da agenda social latino-americana na luta pela igualdade. Serão estudados os movimentos ambientais contra as empresas de minas e a mudança climática na Argentina, Chile e Peru, os movimentos campesinos no Brasil, Bolívia e Equador e as lutas pelo direito à educação, entre outros.

     
    CRONOGRAMA
     
   
2016-2017 DISCIPLINAS
17 de março de 2016 Aula Inaugural – Ex Presidente José Mujica
Maio 2016 América Latina: cidadania, direitos e igualdade
(obrigatória)
 

A Política Social Universal na superação da desigualdade
(obrigatória)

           
Junho 2016     Grupos vulneráveis e direitos humanos na América Latina
(optativa)
  Desigualdades e gerações na América Latina e no Caribe
(optativa)
   
Julho 2016          
Agosto 2016   Novas dimensões da desigualdade no urbanismo periférico
(optativa)
       
Setembro 2016         Direitos humanos, violência e segurança cidadã
(optativa)
  Os movimentos sociais e as lutas ambientais
(optativa)
Outubro 2016     Oficina de metodologia da pesquisa
(obrigatória para a Especialização)
   
Novembro 2016          
Dezembro 2016                
Janeiro 2017                  
Fevereiro 2017         Oficina de metodologia da pesquisa
(obrigatória para a Especialização)
       
Março 2017                
Abril 2017 Entrega do trabalho monográfico final    
Maio 2017    
Junho 2017    
     
    REQUISITOS PARA A INSCRIÇÃO
     
   
Para realizar a inscrição será necessário completar o formulário digital disponível aqui:

O Curso de Estudos Avançadosterá um custo total de USD 600,00 (seiscentos dólares estadunidenses ou o equivalente na moeda local).
(Mais gastos de emissão e envio do diploma)
.

O Curso de Especialização terá um custo total de USD 800,00 (oitocentos dólares estadunidenses ou o equivalente na moeda local).
(Mais gastos de emissão e envio do diploma)
.

Haverá uma bonificação de 15% pelo pagamento integral até 05/05/2016. (Total com bonificação, Curso de Estudos Avançados: U$D 510 / Total com bonificação, Curso de Especialização: U$D 680).

Cronograma de pagamento:
Até 05/05/2016 – U$D 200 (Curso de Estudos Avançados e Especialização)
Até 20/06/2016 – U$D 200 (Curso de Estudos Avançados e Especialização)
Até 20/08/2016 – U$D 200 (Curso de Estudos Avançados e Especialização)
Até 20/10/2016 – U$D 200 (Especialização)

O pagamento poderá ser realizado com cartão de crédito, depósito ou transferência bancária.

O credenciamento e o certificado do Curso de Estudos Avançados e do Curso de Especialização serão realizados pela Faculdade Latino-americana de Ciências Sociais (FLACSO, Sede Brasil) e pelo Conselho Latino-americano de Ciências Sociais (CLACSO).

     
     
    PERGUNTAS FREQUENTES
     
   
O que são a Especialização e o Curso de Estudos Avançados “Políticas Públicas para a Igualdade na América Latina”?

São propostas de formação virtual do CLACSO e do FLACSO Brasil que abordarão os desafios da atual conjuntura política para a promoção da igualdade da justiça social na América Latina a partir do campo de análises das políticas sociais, econômicas, educativas e culturais. Procura as ferramentas de análise, investigação e intervenção institucional em diversos campos das políticas públicas contribuindo para a promoção de estratégias de inclusão, para a afirmação dos direitos humanos e fortalecimento da cidadania.

Quem pode participar da Especialização e doCurso de Estudos Avançados?

As duas propostas de formação estão dirigidas a estudantes universitários e de pós-graduação; docentes de todos os níveis; ativistas e militantes de organizações sindicais, movimentos sociais e partidos políticos; funcionários públicos; profissionais de imprensa; membros e gestores de Organização Governamentais e professionais interessados em temáticas sociais.

Como posso me inscrever?

Para participar é imprescindível se inscrever no curso a partir do dia 10 de março no sistema de inscrição online que estará disponível aqui.
As inscrições estarão abertas entre 10 de março e 5 de maio de 2016.

Como saberei se estou inscrito/a?

Você receberá uma confirmação de que sua inscrição foi recebida. Essa resposta confirma apenas que recebemos com sucesso a sua ficha de inscrição. Até o dia 5 de maio, informaremos se sua inscrição foi confirmada. Lembre-se de que as vagas são limitadas.

Quando começam as aulas?

As aulas começarão a ser oferecidas a partir de maio de 2016 e terminarão em abril de 2017.

Como poderei acessar as aulas?

No Espaço de Formação Virtual da Escola Latino-americana de Políticas Públicas de CLACSO.

Como posso aprender a gerenciar o Espaço de Formação Virtual?

Todos/as os inscritos receberão as instruções necessárias para assistir as aulas, acessar a bibliografia e os foros de discussão. O acesso e a circulação pelo Espaço de Formação Virtual são muito simples e amigáveis. De qualquer forma, sempre haverá uma equipe de apoio técnico e acadêmico à sua disposição.

Quantos cursos virtuais devo fazer para obter o título da Especialização?

Você deve cursar dois (2) cursos virtuais obrigatórios, dois (2) cursos virtuais optativos e uma oficina de metodologia.

Como será a avaliação da Especialização?

Para receber o certificado da especialização, o/a aluno/a deverá fazer uma monografia final. A Oficina de metodologia tem como objetivo acompanhar o/a estudante na realização do trabalho final.

Quantos cursos virtuais devo fazer para conseguir o título de Curso de Estudos Avançados?

Dois (2) cursos virtuais obrigatórios e um (1) curso virtual optativo.

Como será a avaliação do Curso de Estudos Avançados?

Para receber o certificado do Diploma Superior, é necessário a entrega de um trabalho final.

Receberei um certificado por ter realizado a Especialização ou o Diploma Superior?

A Especialização e o Diploma Superior estão registrados e certificados por CLACSO e FLACSO Brasil.

Qual é o custo da Especialização?

A Especialização terá um custo total de USD 800,00 (oitocentos dólares estadunidenses ou o equivalente em moedas locais), mais gastos de emissão e envio do diploma. Haverá uma bonificação de 15% pelo pagamento integral até dia 05/05/2016. (Total com bonificação, U$D 680).

Qual é o custo da Especialização?

O Diploma Superior terá um custo total de USD 600,00 (seiscentos dólares estadunidenses ou o equivalente em moedas locais), mais gastos de emissão e envio do diploma. Haverá uma bonificação de 15% pelo pagamento integral até dia 05/05/2016. (Total com bonificação, U$D 510).

Como poderei realizar o pagamento?

O pagamento poderá ser realizado com cartões de crédito, depósito ou transferência bancaria.
Cronograma de pagamento:
Até 05/05/2016 – U$D 200 (Diploma Superior e Curso de Especialização)
Até 20/06/2016 – U$D 200 (Diploma Superior e Curso de Especialização)
Até 20/08/2016 – U$D 200 (Diploma Superior e Curso de Especialização)
Até 20/10/2016 – U$D 200 (Curso de Especialização)

Serão oferecidas bolsas?

Sim. As instituições organizadoras terão um número de bolsas e meias bolsas (50% do custo de matrícula) que serão outorgadas, considerando critérios de origem social, gênero, país de residência e vinculação institucional. As bolsas deverão ser solicitadas no sistema de inscrição do Curso.

     
     
   
    Ver convocatória
 
 
 
 
 
 
Volver
 
 
 
 
Inicio
 
  CLACSO   Promoción de la investigación   Red de Posgrados en Ciencias Sociales   Grupos de Trabajo   Estudios sobre la pobreza y las desigualdades   SUR-SUR   Escuela de Haití   SILEU   Acceso abierto al conocimiento y difusión
Qué es CLACSO Presentación Presentación Presentación Presentación Presentación Presentación Presentación Presentación
Centros
asociados
Publicaciones Seminarios virtuales Grupos de Trabajo Publicaciones Publicaciones Actividades        
Asociaciones Policy Brief Diplomas Superiores Publicaciones Policy Brief Enlaces            
Actas e informes de gestión     Programas de posgrados Agenda                    
        Publicaciones                        
                                   
 
 
Secretaría Ejecutiva
Estados Unidos 1168 | C1101AAX | Ciudad de Buenos Aires, Argentina
Tel. [54 11] 4304 9145 | Fax [54 11] 4305 0875 | clacsoinst@clacso.edu.ar | www.clacso.org
CLACSO.TV CLACSO Librería Latinoamericana y Caribeña de Ciencias Sociales Red de Bibliotecas Virtuales clacso.org  
Área de Acceso Abierto al Conocimiento y Difusión | CLACSO | 2015
 
subir